Só mais um desbafo

quarta-feira, março 20, 2019


Por muito tempo me culpei e me calei sobre tudo que já enfrentei sozinha, mas uma hora a última gota transborda e temos que falar o que realmente aconteceu. Muitos vão dizer que é apenas drama, mas poucos sabem o que é ter que se calar, usar uma mascará todo os dias como se nada do cotidiano lhe afetasse. Mas não vou muito longe, vamos dizer quê, o que mais dói é quando vem de dentro.

É claro que jamais irei falar abertamente tudo que o que já vivi, talvez em um livro com o codinome onde ninguém consiga associar o livro com a minha vida. E é assim que tenho feito desde que me entendo por gente, agindo cada dia como uma personagem. Quem me vê logo pensa "que mulher seria, responsável" mas não imaginam o que já passei para chegar nessa posição que estou.
Uma pessoa muito especial me disse que meu olhar diz muito sobre o que já vivi, mesmo que eu tente esconder eu não consigo neutralizar tudo que eu já vivi, e tudo bem, isso mostra que apesar de tudo eu não perdi a minha essência.

Foram traumas que tiraram minha inocência, tiraram minha segurança, tiraram minha paz. São coisas que aconteceram que ao olhar pra trás e ver tudo que enfrentei sozinha posso dizer que estou orgulhosa. Lendo meus cadernos antigos consigo contar quantas vezes eu pensei em desistir de tudo, e bom eu já tentei no minimo duas vezes (e ainda ironizei o fracasso usando aquele ditado vaso ruim não quebra). Não que eu seja um vaso ruim, mas ainda não era a minha hora, agora sei disso.
É difícil lidar com os próprios demônios, eles são feitos dos nossos medos, traumas, utilizam o nosso ponto fraco pra tudo, fazendo com que nos sentimos sempre vulnerareis a toda e qualquer armadilhas que ele venha a colocar em nossa frente, fora aquelas que nós mesmo buscamos, isso me faz acreditar que o ser humano é autodestrutivo, pois não é possível fazer tanta coisa ruim com nós mesmo.

Conheci uma pessoa que independente da minha situação faz de tudo para ver o meu sorriso, mal sabe ela que nesses últimos dias, ela é responsável pelo meu sorriso, pelo meu brilho no olhar e até pelas minhas orações. É estranho que no meio de todo caos que ando vivendo ainda ache um motivo para sorrir e um motivo par acreditar.
Queria poder compartilhar cada linha da minha história com ele, mas sei que não é o momento dele ouvir tudo isso, soa ainda como um peso, e bom, ele está em uma fase tão boa que jamais me perdoaria em atrapalhar.

Coisas do meu passado que vem a tona aos poucos, talvez assim eu consiga colocar um ponto final em cada item que me assombra as vezes, apesar de que um deles eu tenho que ver quase todos os dias. Só peço a Deus que me dê sabedoria para lidar com tantas coisas vindo a tona tão rápido.
Ás vezes acho que estou na colheita de outra pessoa, pois não é possível que eu tenha sido alguém ruim no passado para que tudo isso aconteça comigo, mas ai me lembro de uma palavra que me falaram a tempos atrás "tudo que você viver é para um proposito maior, acredite em você sempre" e bom, se eu contar tudo que passei muitos ainda ficarão em choque, outros não irão acreditar, e uns até me olharam torto. Não existe uma pessoa sequer que eu tenha dito tudo, e às vezes com ele eu tenho essa vontade, é como se ele me entendesse, olhasse pra mim e conseguisse ver além das roupas e maquiagens do dia-a-dia, é como se conseguisse enxergar por detrás de tudo que escondo, mesmo ele ainda não entendendo o que seria cada coisa que escondo, no fundo ele sente que algo está estranho.

É difícil ter que lidar com meus demônios e ainda sorrir, mas prometi que faria isso, e bom não costumo quebrar minhas promessas.


You Might Also Like

0 comentários