Você não me perdeu, foi eu que me ganhei de volta


Por dias pensando sobre tudo que já aconteceu, sobre a vida, a morte, a gente, e como tudo era antes de você. Não foi uma conclusão fácil de fazer, você faz parte de tudo que hoje chamo de vida, de tudo que hoje me representa, de um jeito ou de outro.

Não tenho como culpar algo ou alguém sobre tudo que aconteceu, até culpei alguns signos e planetas, mas sabemos que era para ser assim, e se não fosse assim, não seria eu.

Ir embora foi  a decisão mais difícil a ser tomada, mas foi preciso, eu precisava ser o motivo do meu sorriso novamente, da minha alegria, da minha felicidade, eu precisava ser o centro do meu mundo, e sei que você sabe o que isso significa... você fez isso a um ano atrás.

Quando você me disse adeus pela primeira vez o meu mundo caiu, foi como se tudo tivesse desmoronando sobre minha cabeça, e o único chão que eu tinha também cedeu. Foram dias, semanas, meses pensando que o erro foi meu, que a errada da história tinha sido eu, e bom, não foi bem assim. 
Depois desse adeus você voltou, não de uma vez, tentou voltar aos poucos, ligava uma vez na semana, perguntava como tinha sido meu dia, se minha cunhada já estava melhor, e ainda brigava por que eu bebia. Mal sabia você que se eu colocava álcool na boca era na intenção de tirar você do pensamento, tirar a culpa sobre mim, e para tentar dormir pelo uma noite por inteiro.

Até uma noite que você disse que iria me ligar no horário de sempre, e eu retruquei dizendo que nesse horário eu já estaria em casa, você ligou mais cedo, no intuito de saber onde eu estava, e mal sabe você que no momento que me ligou, eu voltei pra casa no mesmo instante,  meu coração já não aguentava de saudade, você não disse nada com nada, mas ainda sim tinha tirado um sorriso do meu rosto.

 Um pouco mais a frente, próximo ao meu aniversario, postei um texto "me perdeu e sequer percebeu" você até veio me questionar, perguntou se você tinha de fato me perdido, e por alguns instantes a minha vontade era de dizer que sim, "sim, você me perdeu" mas não foi isso que eu disse [...] Alguns meses e novamente você me disse adeus, e dessa  vez não tinha doído tanto quanto da primeira, mas doeu, você disse palavras cruéis, e foi embora, mas logo voltou [...] e mais uma vez partiu, e dessa vez achei que seria sem volta, foi bem no ano novo, no qual era para eu estar com você, e bom, isso é história para outro texto.

Bom você voltou, disse que teve um sonho comigo, e voltou. Mas não era como antes, eu já estava distante, mas você conseguiu mais uma vez me puxar pra perto de você. Desta vez você prometeu que ficaria, que não iria me deixar mais, e eu acreditei. Não fui tola, fui apaixonada, e hoje já não te tenho aqui, pode ser que você volte daqui alguns dias, meses, anos... na verdade eu já não sei, pois todas as vezes que você disse adeus, partiu de você, e desta vez, partiu de mim. 

Isso pode ter sido toda a diferença, eu ter ido e não você, mas o sentimento, mesmo que você duvide, e eu prometa que é real ainda está aqui, eu te disse uma vez, se não for você, não será ninguém, e é verdade, você é único, com defeitos, qualidades, manias, tocs [...]

O que tivemos foi e sempre será único, nada apaga uma história de dois que se tornaram um.




Escolha mais um texto

0 Comments