Não é o fim, ainda não

segunda-feira, novembro 06, 2017


 Foram altos e baixos, foram idas e vindas, mas ainda não é o fim, talvez nunca será. Se você acredita em destino, bom os nossos foram traçados e nesse momento está com um nó

Você já tentou seguir em frente, já encheu a cara em um bar, até na missa você já foi parar, mas em cada esquina, em cada lugar, é o meu rosto que você vai encontrar (já consigo ouvir você dizer que é macumba, mas calma, isso acontece comigo também). Dizem por aí que existe sete pessoas parecidas com a gente, elas até podem morar em outro país, mas é nessas horas que todas parecem estar no mesmo lugar. 

Já faz um tempo que estou para te falar, acho que o nosso amor não foi feito para distância, somos intensos demais para isso, e talvez imaturos também. Não vou dizer que não deu certo, pois deu! Deu muito certo, mas sempre tem um "mas". E o nosso "mas" está crescendo e você não está percebendo, a nossa história (e que história) está cada dia mais monótono, sem emoção. Posso contar nos dedos de uma mão e ainda irá sobrar dedos de quantas vezes você perguntou como estava ou até mesmo mandou um  "boa noite, te amo". Eram esses detalhes que me fazia continuar, eram esses detalhes que me fazia dar aquele sorriso bobo e suspirar cada dia mais apaixonada.

 Não sei onde nós perdemos, mas sei que é nos detalhes que o fim pode chegar. Queria ter forças para gritar "ei, não me perde, me cuida, sou sua" até sussurrei no seu ouvido e você não percebeu.  Queria ter nesse momento todas as forças que um dia eu já te dei ao segurar o seu mundo, mas não tenho forças nem para respirar no momento, queria ter a audácia em te dizer tudo que penso no momento, mas sei que você não quer nem ouvir o meu nome, uma pena, por isso te escrevo assim, talvez você leia, talvez passe por cima, já que você diz saber tudo o que sinto por você.

Você nasceu para viver um amor livre, um amor companheiro, você nasceu para causar nesse mundo a fora, nasceu e diz ao mundo que veio a cada palavra que diz, mas ainda não aprendeu que o óbvio também precisa ser dito, que aqueles mimimi de casais ainda devem acontecer, não precisa ser todos os dias, mas não existe nada mais gostoso do que acordar com um textinho apaixonado no celular.

Tenho mais coisas a dizer, mas é como se tivesse um nó em minha garganta onde não consigo dizer nada além do quê: eu te amo demais para prender alguém que tem o espirito livre, se ainda quiser, me deixa ser livre junto com você.




You Might Also Like

0 comentários