Ei, senta aqui um pouquinho

segunda-feira, abril 29, 2019


Queria te escrever uma carta, tentei fazer a mão, mas foram tantas tentativas sobre o que escrever, sobre o que te dizer, sobre até o que de fato pensar quando estou pensando em você. Não é comum para alguém que sabe se expressar em palavras não conseguir descrever que sente quando pensa em em uma pessoa.

Você não é uma pessoa apenas, é a minha pessoa favorita, mesmo que fiquemos por dias, semanas sem nos falar, quando voltamos é como se jamais tivéssemos parado. Eu nunca entendi de fato a nossa ligação, apenas aceitei que as nossas energias de alguma forma intensa é conectada, mesmo não sendo a coisa mais maravilhosa do mundo. Por diversas vezes foi bem aterrorizante sentir,e ver se concretizar algo ruim que de alguma forma eu senti.
Você mesmo que sem paciência me acalmava dizendo que iria se cuidar, e até que se cuidava, mas sempre e sempre as sensações voltavam.

Não dá para adivinhar o que o destino tem reservado para nós, ele já pregou tantas peças que parece que estamos em um seriado da netflix onde nos encontramos, nos perdemos, nos encontramos, e novamente nos perdemos. Com a gente nada nunca foi fácil, e desta vez eu não irei culpar os nossos signos, que por mais que não combine em quase nada, a gente fez combinar, pegamos a minha razão e a sua emoção e fizemos  nossa combinação, e foi perfeita, justamente com os defeitos, com as virgulas. Foi a nossa história, a nossa história louca, confusa e na base da confiança.

Não existiu parceria tão sincera assim, isso só foi possível com você, mesmo com temperamentos tão diferentes, mesmo com tudo soprando ao contrário, você me mostrou o amor, o companheirismo e acreditou em mim quando nem eu acreditei.

Não sei se é uma despedida ou até logo, pois sempre nos reencontramos, e no próximo encontro espero que seja para ficar, como amigo, melhor amor, ou até mesmo como minha Vida.




You Might Also Like

0 comentários