Em uma rua sem saida

quarta-feira, setembro 13, 2017


Tem dias que paro e começo a pensar no real sentindo de tudo a minha volta, amigos, namorado, família, faculdade e trabalho. Penso que apesar de tudo é como se eu não estivesse vivendo, apenas existindo, e por pensar assim me vejo em uma rua sem saída.

Não é drama ou crise existencial, mas sim uma reflexão de que sei que poderia ser melhor do que sou hoje, sei que poderia estar em um lugar melhor, mesmo que eu continue no mesmo Estado, na mesma casa, mesma faculdade, sei que aqui dentro eu poderia estar melhor, ser melhor. Mas novamente me vejo em uma rua sem saída, e desta vez me deparo com um muro escrito: "o que te faz feliz hoje?"
E não saber responder essa pergunta é no minimo preocupante, pois, se todo dia estou sorrindo, alegre, mas não estou feliz, significa que realmente só estou existindo.

Passei a madrugada anterior inteira em claro pensando, mas não sei de fato no que pensar, é como se estivesse em um buraco onde não se sabe por onde sair, não se sabe como escapar. Eu disse a poucos dias na frente do espelho: "tudo bem não estar bem todos os dias."  Mas já se passaram alguns dias e eu ainda estou assim, então é tudo bem.

ALGUÉM POR FAVOR ME DÁ UM SACODE! gritei em pensamentos na hora do banho, minha casa estava lotada, mas sequer alguém percebeu que até o brilho dos meus olhos escureceu, ninguém sequer percebeu que passo mais tempo deitada no escuro, do que na sala conversando sobre o futuro. Futuro, uma palavra que me assusta, que me faz tremer corpo e alma. Não sei ao certo o dia de amanhã, quem dirá o que vai acontecer daqui a alguns anos [...] Talvez eu esteja casada, com filhos, cachorros, em uma praia, mas talvez, só talvez, eu esteja só, sozinha, eu e o meu diploma que é tão importante para a sociedade.

Quantos e quantos dias eu apenas existi por causa da bendita faculdade que suga até sua alma, quantas e quantas noites virada para aprender quê: Comunicação de massa é... bom... viu! Acho que de fato não aprendi, mesmo passando noites em claros estudando essa matéria, e olha que minha média foi 9,5.

A grande questão é: não é certo apenas existir, olha quantas tristezas escrevi acima, e você consegue imaginar que escrevi tudo isso com um sorriso no rosto? Acredite, já dei várias gargalhadas ao longo desse texto, e ninguém sequer percebeu que estou em uma rua sem saída de mãos dadas com a tristeza.



You Might Also Like

0 comentários