Uma carta na qual você nunca deveria ler

sábado, abril 29, 2017


"Oi vida, costumava te chamar assim, e é claro que de outros nomes fofinhos também. Essa carta não contará só o porquê acabou, mas também o quanto foi bom.

O teu sorriso sempre foi o meu ponto de paz, sempre fiz ele de abrigo, o seu abraço foi o meu refugio, era lá que eu me escondia de tudo e todos. Mas isso acabou, para dizer ao certo não faço ideia de como isso chegou ao fim.
Você tornou em questão de minutos o meu ponto de paz em um lugar de guerra constante, e até hoje eu me pergunto o porquê. O teu sorriso já não era o mesmo a bastante tempo, e sequer o motivo eu sabia, até o brilho do teu olhar sumiu, ás vezes ate achei que era paranoia minha, mas para a minha infelicidade, não era.
Não sei  onde a gente se perdeu, não se faltou algo, apenas sei que me entreguei de corpo e alma, dei o meu melhor e o meu pior. Fui tudo por alguns instantes, e hoje... ah... hoje sou apenas mais uma para você, você pode não admitir isso, mas vejo no teu olhar.
Com tudo isso eu não pude ficar mais, não deu para me manter por perto sendo que seu desejo era que eu fosse, logo eu que me entreguei de coração para alguém tão raso como você, onde nada era suficiente, nada bastava, onde a busca por algo era constante e totalmente destrutiva. Não entendia o por que de tudo isso, apenas fingia que sim, pois o amava, amava de corpo e alma.
Disse amava? Eu ainda o amo, mas só isso não bastou para que eu ficasse, e você não pediu também. Sim, se você me pedisse eu ficava, eu tentava, eu passaria uma borracha em tudo, mas não, você apenas preferiu ficar com as tuas verdades, e cá entre nós, não são tão verdades assim.
É uma pena você estar lendo isso agora, por que a probabilidade de que esteja longe é tão grande, e não estou dizendo de distancia, e sim de sentimentos.
Mas de tudo, se cuida, se cuida mesmo, pois nem eu que estava disposta a girar o mundo com minhas próprias mãos por você consegui ficar, imagine uma outra qualquer que você conheceu no bar.

Se cuida, com amor, a sua eterna menininha."

You Might Also Like

0 comentários