Um texto no qual você nunca irá saber que foi feito para você


Me apaixonei, e ponto final. Já posso acabar por aqui, mas tenho que falar que me apaixonei por você como alguém que coloca um paraquedas e pula de um avião, porém, me apaixonei sem sequer querer. Me apaixonei pelo seu jeito sem jeito, mas cá entre nós, é um charme lindo.

Jurei que jamais admitiria que me apaixonei, e quando falo isso, sai como poema, prosa e até poesia, sai em meios a sorrisos bobos, sai assim, sai natural. AI MEU DEUS, realmente me apaixonei, de tanto ouvir esses clichês da vida que: "o amor acontece para os distraídos" "o amor não escolhe quem" e assim foi, aos poucos, onde ninguém jamais chegou a conhecer, onde ninguém jamais conseguiu permanecer.

Você chegou como quem não quisesse nada, chegou e conseguiu fazer que cada muro fosse derrubado todas as vezes que um sorriso seu era dado. Você chegou e bagunçou as minhas verdades, fez com que eu gostasse de filmes e chocolates, fez com que eu até gostasse de andar de mãos dadas. Você chegou com a sua voz suave e fez um barulhão que não consigo mais tirar da cabeça. Se eu pudesse te descrever em uma frase, certamente seria: você se fez calmaria em meio as minhas tempestades.

Todo mundo sempre pediu a Deus alguém assim, que em meio a qualquer tempestade fosse calmaria, que em meio a turbilhões de sensações fosse certeza. Que em meio a esse mundo onde o amor só é dado quando tem algo em troca, você se doar sem querer nada em troca, você se doar apenas por um sorriso, é assim que você tem sido para mim, calmaria, certezas e por fim e talvez o mais importante: amor.


1 Comentários