Já fiz as malas, e fui procurar onde me perdi

sexta-feira, fevereiro 12, 2016


Acordei hoje e eram 06am e não foi como todas as manhãs, peguei a primeira roupa que vi pela frente e sai sem rumo.
Pela primeira vez reparei na casa da minha vizinha, até que tinha uma cor bonita, reparei também que a senhorinha que um dia disse "nunca desista dos seus sonhos, mesmo quando tudo parecer impossível" tinha vendido a casa, talvez tenha falecido, pois já tinha uma idade bem avançada.

Continuei andando e sentei na pracinha do meu bairro, por alguns instantes vi tudo que já havia vivido passando como um filme em minha cabeça, todos os erros, todos os acertos, todos arrependimentos de não ter feito e claro, e os famosos arrependimentos de ter feito, foi tudo como um filme onde o personagem principal era eu.

Deu vontade de gritar "não faça isso", "não fala aquilo" "não entra nesse lugar" mas se nada disso tivesse acontecido onde estaria agora? Se não tivesse errado talvez não teria aprendido, se não tivesse tentado não teria acertado. São tantos pós e contras que talvez seja melhor deixar do jeitinho que está, mas é claro que não cometendo os mesmo erros, não tentando os mesmo acertos.

Aprendemos que o que faz você crescer são os danos, agora se terá efeitos colaterais dependerá da dose que você irá se alimentar até superar.

You Might Also Like

0 comentários