Eu me ajeito no seu jeito, não precisa mudar


A vida é feita de adaptações, umas boas e outras nem tanto. Caixinha de surpresa ainda é pouco para essa coisa chamada de vida, e nessa caixinha encontrei você, totalmente desprendido de qualquer rótulo, cheio de bagagens, cheio de histórias, e eu, ah.. com mas minhas cicatrizes. 
Você completamente viajado, e eu mal fui ao RJ, você fala mais de duas línguas e as únicas que falo são drama e ironia.

Mas foi você, foi você que deu upgrade que faltava, não diria essa coisa clichê de quê você me completa ou completou, você simplesmente me transbordou, me levou ao mar e me fez mergulhar no novo, e cá estou eu, vivendo.

Vivendo, vivendo intensamente esse sentimento que você fez florescer, mas além de fazê-lo florescer você cuida, você rega, você molda, você ensina, você faz com que enxergue o futuro. E é exatamente assim o nosso nós, muitos me perguntam o que temos, e por que não expomos, a resposta é simples, mas complexa demais para pessoas que vivem de rótulos: vivemos! e isso nos basta. Não é necessário provar a ninguém que estamos felizes, ou que brigamos a noite passada. Vivemos um relacionamento a dois, e isso incomoda muitas pessoas, pois estão tão acostumadas a palpitar nos relacionamentos alheios, e cá entre nós, ninguém entende o real que temos, ninguém entenderia mesmo se nós dois  contássemos por horas e horas, por que é difícil explicar algo que muitos não se permite viver.

Somos assim, cada um com sua personalidade forte, cheios de particularidades, cheios de ideias que batem e que as vezes se chocam, mas no final da conversa até que se completa. A intensidade de tudo que vivemos faz com que dias se torne meses, semanas anos.
Não expomos todos os dias o que temos, mas falamos um para o outro a sua importância e para quem mal sabia falar eu te amoto toda hora, sabemos demonstrar muito bem.

A frase clichê ninguém sabe, ninguém estraga, está certa em partes, pois o que ninguém sabe para pessoas que adora rotular tudo é como o invisível, mas nos previne das pessoas que tenta jogar em nós todas as frustrações de algo que viveu e não deu certo. As pessoas são assim, felicidade incomoda, mas estar feliz e não falar o motivo incomoda muito mais.

Não sou perfeita, como você também não é, mas basta um conversa que tudo se ajeita, tudo fica no lugar que deve ficar, pois por você até a rotação do mundo sou capaz de mudar para vê-lo com esse sorriso que só você sabe dá.



0 Comentários