In Textos

Você não é diferente de todos.


O trato era não desistir antes de tentar, e não cumprimos. Era previsível que isso iria acontecer, afinal nos conhecemos tão bem que ás vezes esquecemos disso. Você tem medo de sofrer e eu de amar, uma loucura de combinação que por uns instantes deu certo, que por uns instantes valeu apena tentar. Mas você me conhece, sempre faço tudo errado e dessa vez não foi diferente, para falar a verdade foi. Apesar do medo por um momento pensei que daria certo, que conseguiríamos seguir em frente o que tínhamos, mesmo não sabendo ao certo o que tínhamos, não planejei um futuro igual essas pessoas apaixonadas, não fiz planos, não foi assim.
Essa coisa que tínhamos era tão diferente que chegou a ser apenas nossa coisa, estranho concorda? Mas eu disse que gostava de você de um jeito só meu, não menti, esse era um dos nossos tratos.
E outra coisa nossa são os tratos, não mentir, ser românticos e não desistir antes de tentar, uma combinação um tanto perigosa para pessoas com os nossos medos, mas isso não nos impediu e se não fosse por eles não chegaríamos onde chegamos.

Diferentes, porém no fundo iguais. Você não é diferente de todos, mas entre todos você se destaca por ser apenas você e não tentar mudar isso. Nos encaixamos em momentos únicos e de formas surpreendentes, por que somos nós, sem máscaras, sem farsas e sem mentiras. Em cada encaixe descobrimos que somos confidentes, somos quase melhores amigos, ou amigos com alguns benefícios.  
De uma forma estranha te ter por perto me deixa aliviada, me trás uma segurança que não sentia perto de ninguém antes de você aparecer. Calma, respira, não estou me declarando, e tão pouco apaixonada. 

Nos entregamos a essa coisa que tínhamos, sem pensar no amanhã que estava logo ali. Nos entregamos sem saber ao certo o que estava acontecendo, e você me conhece sempre faço tudo errado, e por mais que dessa vez eu quisesse fazer certo, erraria de novo. E errei, tentei pular fora desse barco e me arrependi, e só hoje sei a saudade que não devia estar sentindo, não por você, não por nós ou pela coisa que nós tínhamos juntos.

Related Articles

4 comentários: