Um ciclo que terminou ou quase terminou.

"De melhores amigos, a meros conhecidos" 

Talvez a nossa história fosse diferente, talvez a destino seria mais justo com a gente, talvez.. talvez. Aonde nós nos perdemos? Na frase não dita? Na música não cantada? Ou naquele dia do natal que você me apresentou a sua família? Não sei, talvez seja, talvez não. São tantos talvez que até hoje não consigo entender, talvez seja esse tanto de talvez que atrapalhou, ou talvez assim que a nossa história foi escrita, cheia de talvez, cheia de duvidas, cheia de desencontros, cheia de incertezas e cheia de amor. Lembro vagamente o dia que decidiu seguir em frente, lembro da sua carta de despedida e a tenho até hoje. Ela é a prova que os talvez da vida não acabou destruiu esse sentimento, não digo o amor, mas sim o carinho.Vejo você andando na rua e até no ônibus, e fico só observando o seu sorriso e acabo sorrindo contigo. Lembra que seu sorriso é o meu sorriso? Que a sua vitória, é a minha vitória? De um jeito estranho ainda é assim, talvez teremos uma ligação forte ao longo da vida, talvez só eu sinta isso, talvez.. talvez.. Não, não disse que te amo ou que quero voltar, apenas disse o famoso clichê "foi bom enquanto durou" Quero ver seu sorriso sim, mas não quero voltar a ser o motivo dele, quero ver sua vitória também, e está de longe de aplaudindo porque sei o quanto você merece. Você me mostrou o mundo e me fez enxergar o amor, hoje quero o mundo te conheça e que o amor te encontre, apesar de termos sido melhores amigos, hoje somos meros conhecidos.

Gostaram do texto? Deixe sua opinião nos comentários.
Beijos, Thaay!

Escolha mais um texto

2 Comments