Você se tornou o meu clichê


Sabe aquele clichê de que um sorriso se torna seu porto seguro? Acredito que tornei o seu sorriso meu porto seguro, e sua risada a minha calmaria.
 
Anda tudo muito turbulento e para conseguir me acalmar eu lembro do seu sorriso e começo a sorrir novamente, colocar os pés no chão e viver leve como deve ser vivido. Tenho imensa vontade de ir para seu ombro e ficar ali quietinha, apenas apreciando sua companhia, sei que não é tão bom com palavras, mas você consegue me traz a leveza que nesse momento é tudo que eu mais preciso. 

Não seria pedir muito deitar ao teu lado e ficar apenas ali, jogando conversa fora, falando de coisas do futuro, rindo das coisas do passado e tentando entender o sentido da vida, se não viver. Às vezes fico pensando se tudo fosse diferente, se não fosse de alguma (eticamente falando) errado qual seria o rumo dessa história. Pois de uma coisa eu tenho certeza, você conseguiu me dá a paz que por meses procurei transbordar. 

Sua risada é tão contagiante que nesse exato momento consigo ouvir ela em minha mente, e provavelmente falando alguma gíria do estado onde mora, e voltaríamos a rir de alguma bobeira que eu falaria. Seu abraço é tudo que mais desejo nessa noite fria, penso que seria o encaixe perfeito para eu dormir e me sentir segura pelo menos por uma noite inteira.
Por que tudo tão complicado entre nós? Por que não podia ser aquele frio na barriga, sorriso colado e uma aventura para vivermos cada instante? Você será a minha história favorita, na qual eu não pude viver, mas pude eternizar. 

Pois é como se eu já conhecesse, e soubesse no que iria dá, mas infelizmente tenho que me contentar com outros abraços e caricias, pois as suas, infelizmente está bem distante da minha realidade, mesmo que por hora. Talvez um dia você leia tudo que escrevo para você e entenda que você se tornou o meu clichê, e é apenas sobre você que tenho vontade de escrever.

Mesmo que pareça algo bobo, mas infelizmente você conseguiu entrar na minha mente e me deixar viciada no que poderíamos ter vivido, e talvez, só talvez, eu teria arriscado tudinho para ter um momento contigo.

0 comentários:

Postar um comentário

My Instagram