Desculpe o transtorno, preciso falar sobre ele


Ele é do tipo de pessoa que não entende indireta, ou você fala na lata, ou perde a oportunidade de vez. Sim! ele tem esse jeito de intimidar as pessoas, mas prometo que ele é amorzinho. O sorriso dele é encantador, a voz é a única me acalma em meio a tantos caos nesse mundo a fora.

Ele tem um jeito que me deixa sem jeito e que me completa de um jeito que todos os outros jeito parece errado.

Ele tem um jeito diferente de encarar o mundo, sabe bem o que quer, e isso até pode assustar as pessoas, mas sempre me encantou esse jeito dele. Ele não mede esforços para conquistar o que quer, e claro, nunca diz nada a ninguém até ter conseguido, ele é o próprio mistério. Ele tem gostos e costumes peculiares, e é o que o torna tão único, afinal, quem mais terá mania  até para escovar os dentes?

Ele não é só calmaria em meio a várias tempestades, às vezes ele é a própria tempestade, assim dá uma equilibrada e não cai na rotina. Bom, rotina, uma das sete coisas que ele mais odeia, tenho certeza que essa está no topo. Quando algo cai na rotina ele fica inquieto, fica meio presso, sabe? Como se não fosse ele, e ele terá que sair dessa situação o quanto antes, sim, ele é assim.

Ele tem um sorrisinho tímido quando alguém faz algum elogio, ele é a moda antiga (dá para acreditar na sorte que tenho?), às vezes ele é mal interpretado, às vezes as pessoas não entendem que ele é protetor e se depender apenas dele, ele é do tipo que não levaria um tiro por você, pois ele iria desarmar o assaltante e te salvar. Às vezes palavras faltam para explicar quem ele é, pois ele é tudo, tem o melhor dentro de sí e já conheceu o pior da humanidade para reconhecer de longe e te proteger o quanto antes. Os conselhos dele é desses que você tem que seguir, pois ele sabe o que fala, mesmo com pouca idade ele carrega consigo tanta experiencia de vida.

Ele tem a coragem que jamais vi em alguém, ele me inspira, me ensina, me mima, me cuida, me ama.

É clichê dizer que com ele é tudo diferente, mas esse clichê eu assumo, até algo tão simples como dormir junto é diferente, é como se nossas almas tivesse se reencontrado e toda vez que estamos juntos elas suspirassem "conseguimos finalmente ficar juntos". É amor de outras vidas, essa é a única explicação que tenho para expressar tamanho sentimento e tanta conexão, final, antes de dormir falamos até de politica se o assunto surgir. Nunca tivemos nenhum filtro sobre o que conversar, afinal, na nossa primeira conversa contei sobre coisas que você jamais contaria para alguém que acabou de conhecer. Isso torna o que temos único, não existe tabu/receio/pudor para nada que envolva nós dois. 

Ele me tem como alguém tem um bem precioso, cuida, protege, e não deixa exposto, pois não sabemos qual é o grau de maldade que está no outro. 
Ele me ensinou que amar é algo puro, não precisa de rótulos, não precisa de exposição, amor com plateia não dura, alguém sempre irá querer se meter onde não foi chamado, onde não se cabe opiniões de fora. Ninguém nunca entenderá o que se passou por nós, vivemos fora do padrão, estamos na contramão, e admito, nunca foi tão bom estar na contramão. 

Ele é a sensação mais gostosa de ter quando acordo, e me deito. Aquele que te surpreende nas pequenas coisas, e que estará contigo por onde for, basta você aceitar a voar com ele.



0 Comentários